DEUS TEM RESPOSTA PARA VOCÊ


VISITANTES

LEMBRE-SE

LEMBRE-SE

sábado, 3 de dezembro de 2011

OS FILHOS SÃO A HERANÇA DO SENHOR!



Tropecei em um estranho que passava e lhe pedi perdão.

Ele respondeu: "Desculpe-me, por favor."

"Eu que peço. Também não a vi."

Fomos muito educados, seguimos nosso caminho e nos despedimos.

Mais tarde, eu estava cozinhando e meu filho estava muito perto de mim.

Ao me virar quase esbarro nele. Imediatamente gritei com ele; ele se retirou sentido, sem que eu notasse quão dura que lhe falei.

Ao me deitar Deus me disse suavemente: "Você tratou a um estranho de forma cortês, mas destratou o filho que você ama. Vá a cozinha e irá encontrar umas flores no chão, perto da porta. São as flores que ele cortou e te trouxe: rosa, amarela e azul. Estava calado para te entregar, para fazer uma surpresa e você não viu as lágrimas que chegaram aos seus olhos."

Me senti miserável e começei a chorar. Suavemente me aproximei de sua cama e lhe disse:

"Acorde querido! Acorde! Estas são as flores que você cortou para mim?"

Ele sorriu e disse:

"Eu as encontrei junto de uma árvore, e as cortei, porque são bonitas como você,

em especial a azul."

"Filho, sinto muito pelo que disse hoje, não devia gritar com você."

Ele respondeu: "Está bem mamãe, te amo de todas as formas."

"Eu também te amo e adorei as flores, ela disse, especialmente a azul..."


------------------------
Entenda que se você morrer amanhã, em questão de dias a empresa onde você trabalha cobrirá seu lugar. Porém, a Família que deixamos sentirá a perda pelo resto da vida.

Pense neles, porque geralmente nos entregamos mais ao trabalho que a nossa Família.

Será que não é uma inversão pouco inteligente?

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

TRÊS PENEIRAS



Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém.

Sócrates ergueu os olhos do livro que estava lendo e perguntou:

- O que você vai me contar já passou pelas três peneiras?

- Três peneiras? - indagou o rapaz.

- Sim ! A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer me contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido falar, a coisa deve morrer aqui mesmo. Suponhamos que seja verdade. Deve, então, passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é uma coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo? Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?
Arremata Sócrates:
- Se passou pelas três peneiras, conte !!! Tanto eu, como você e seu irmão iremos nos beneficiar.
Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a discórdia entre irmãos, colegas do planeta.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

SOU PROFESSOR




Nasci no momento exato em que uma pergunta saltou da
boca de uma criança.
Fui muitas pessoas em muitos lugares.

Sou Sócrates, estimulando a juventude de Atenas a
descobrir novas idéias através de perguntas.

Sou Anne Sullivan, extraindo os segredos do universo
da mão estendida de Helen Keller.

Sou Esopo e Hans Christian Andersen, revelando a
verdade através de inúmeras histórias.

Sou Marva Collins, lutando pelo direito de
toda a criança à Educação.

Sou Mary McCloud Bethune, construindo uma
grande universidade para meu povo, utilizando
caixotes de laranja como escrivaninhas.

Sou Bel Kauffman, lutando para colocar em
prática o Up Down Staircase.

Os nomes daqueles que praticaram minha profissão
soam como um corredor da fama para a humanidade...

Booker T. Washington, Buda, Confúcio,
Ralph Waldo Emerson, Leo Buscaglia, Moisés e Jesus.

Sou também aqueles cujos nomes foram há muito
esquecidos, mas cujas lições e o caráter serão sempre
lembrados nas realizações de seus alunos.

Tenho chorado de alegria nos casamentos de ex-alunos,
gargalhado de júbilo no nascimento de seus filhos e
permanecido com a cabeça baixa de pesar e confusão ao

lado de suas sepulturas cavadas cedo demais,
para corpos jovens demais.

Ao longo de cada dia tenho sido solicitado como ator,
amigo, enfermeiro e médico, treinador, descobridor
de artigos perdidos, como o que empresta dinheiro,
como motorista de táxi, psicólogo, pai substituto,
vendedor, político e mantenedor da fé.

A despeito de mapas, gráficos, fórmulas, verbos,
histórias e livros, não tenho tido, na verdade,
nada o que ensinar, pois meus alunos têm apenas a si
próprios para aprender, e eu sei que é preciso o mundo
inteiro para dizer a alguém quem ele é.

Sou um paradoxo.

É quando falo alto que escuto mais.

Minhas maiores dádivas estão no que desejo receber
agradecido de meus alunos.

Riqueza material não é um dos meus objetivos,
mas sou um caçador de tesouros em tempo integral,
em minha busca de novas oportunidades para que
meus alunos usem seus talentos e em minha procura
constante desses talentos que, às vezes,
permanecem encobertos pela autoderrota.

Sou o mais afortunado entre todos os que labutam.

A um médico é permitido conduzir a vida num
mágico momento.

A mim, é permitido ver que a vida renasce a cada
dia com novas perguntas, idéias e amizades.

Um arquiteto sabe que, se construir com cuidado,
sua estrutura poderá permanecer por séculos.

Um professor sabe que, se construir com amor e verdade,
o que construir durará para sempre.

Sou um guerreiro, batalhando diariamente contra a
pressão dos colegas, o negativismo, o medo, o conformismo,

o preconceito, a ignorância e a apatia.
Mas tenho grandes aliados: Inteligência, Curiosidade,

Apoio paterno, Individualidade, Criatividade, Fé, Amor
e Riso, todos correm a tomar meu partido com apoio indômito.(...)

E assim, tenho um passado rico em memórias.

Tenho um presente de desafios, aventuras e divertimento,
porque a mim é permitido passar meus dias com o futuro.

Sou professor... e agradeço a Deus por isso todos os dias.


John W. Schlatter

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

O CARPINTEIRO E A CASA






Um velho carpinteiro estava para se aposentar. Contou a seu patrão sobre seus planos de deixar o serviço de carpintaria e construção de casas, para viver uma vida calma com sua família. Obviamente ele se ressentia da falta do salário mensal, porém, necessitava e merecia a tão sonhada aposentadoria. O proprietário da empresa lamentou o desligamento de um de seus melhores funcionários, entretanto considerou justa sua reinvidicação.

Como última tarefa a desempenhar, o patrão solicitou a ele que construísse ainda mais uma última casa e então, poderia afastar-se da labuta diária.
O carpinteiro consentiu, mas, com o tempo, percebia-se nitidamente que seus pensamentos e seu coração não estavam no trabalho. Ele não se empenhou no serviço e utilizou mão-de-obra e matéria-prima de qualidade inferior.

Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira !

Quando o carpinteiro terminou o trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro dizendo: esta casa é sua, é meu presente pra você !

Que vergonha ! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relapso ! Agora, iria morar numa casa feita de qualquer maneira...

Assim acontece conosco.
Construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais do que agindo, desejando colocar menos do que o melhor.
Nos assuntos importantes, não empenhamos nosso melhor esforço. Então, em choque, olhamos para a situação que criamos e vemos que estamos morando na casa que construímos...

Pense em você como um carpinteiro. Pense em sua casa. Cada dia você martela um prego novo. Coloca uma armação ou levanta uma parede. Construa sabiamente, pois da qualidade desta construção, depende diretamente o seu futuro !


A vida é um projeto de “ faça você mesmo”!
A sua vida de hoje é o resultado de suas atitudes e escolhas feitas no passado.

Sua vida de amanhã é o resultado de suas atitudes e escolhas que fizer hoje.
Autor Anônimo

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

CONTINUAR NAVEGANDO




Nossa existência lembra o riacho buscando o mar. Surgem pedras, barreiras e obstáculos.
Riacho inteligente contorna, assimila, passa por cima, passa por baixo, sempre encontrando um jeito de prosseguir. Porque o mar chama, convida. Porque o mar é seu endereço final.
Riacho bobo fica rodeando a pedra, o desafio, a barreira. O rio atinge suas metas, porque aprende a superar dificuldades.
Continuar navegando é perseverar quando a maioria desiste. É sulcar as águas, quando outros já ancoraram. É chutar longe a tristeza, fazendo um pacto sagrado com a paz.
Continuar navegando é embeber-se de infinitos, na coragem de quem enfrenta o impossível. É o mergulho fundo de quem atravessa a casca. É insistir no válido e nobre, quando outros desalentam. É colher trigo bom, num campo atapetado de joio. É ser jovial face aos problemas, indulgente com os menos prendados, afável com os mais velhos e irmãos de todos.
Continuar navegando é construir templos de fraternidade, com as pedras que jogam em nossos telhados. É suar a camiseta quando a maioria já saiu de campo. É recomeçar, cada dia, mesmo que seja sobre ruínas e cinzas. Fixando as flores, esquecendo os espinhos. Fazendo da vida uma prece.
Continuar navegando é falar palavras mansas, florir ternura, onde outros praguejam. É dar voto de confiança, onde a maioria descrê e se acovarda. É divinizar o humano e espiritualizar o terreno, pendurando sorrisos de alegria e gratidão até nos galhos secos do cotidiano. É retornar às fontes da simplicidade, cultivando o silêncio como se fosse um oratório, sempre e em tudo, com a profunda vontade de ser. Cantar, crescer, servir e amar.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A história do bambu




Certo dia decidi dar-me por vencido, renunciei ao meu trabalho, às minhas relações, e à minha fé. Resolvi desistir até da minha vida. Dirigi-me ao bosque para ter uma última conversa com Deus. "Deus," eu disse, "poderias dar-me uma boa razão para eu não entregar os pontos?" Sua resposta me surpreendeu:
"Olha em redor. Estás vendo a samambaia e o bambu?"
"Sim, estou vendo", respondi.
"Pois bem. Quando eu semeei as samambaias e o bambu, cuidei deles muito bem. Não lhes deixei faltar luz e água. A samambaia cresceu rapidamente, seu verde brilhante cobria o solo. Porém, da semente do bambu nada saía. Apesar disso, eu não desisti do bambu. No segundo ano, a samambaia cresceu ainda mais brilhante e viçosa. E, novamente, da semente do bambu, nada apareceu. Mas, eu não desisti do bambu. No terceiro ano, no quarto, a mesma coisa... Mas, eu não desisti. Mas... no quinto ano, um pequeno broto saiu da terra. Aparentemente, em comparação com a samambaia, era muito pequeno, até insignificante. Seis meses depois, o bambu cresceu mais de 50 metros de altura. Ele ficara cinco anos afundando raízes. Aquelas raízes o tornaram forte e lhe deram o necessário para sobreviver. A nenhuma de minhas criaturas eu faria um desafio que elas não pudessem superar"
E olhando bem no meu íntimo, disse:
"Sabes que durante todo esse tempo em que vens lutando, na verdade estavas criando raízes? Eu jamais desistiria do bambu. Nunca desistiria de ti. Não te compares com outros. O bambu foi criado com uma finalidade diferente da samambaia, mas ambos eram necessários para fazer do bosque um lugar bonito".
"Teu tempo vai chegar", disse-me Deus. "Crescerás muito!"
"Quanto tenho de crescer?", perguntei.
"Tão alto como o bambu", foi a resposta.
E eu deduzi:
"Tão alto quanto puder!"
Um escritor de nome Covey escreveu: "Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento e, às vezes, não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu quinto ano chegará e, com ele, virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava". O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos... Devemos sempre lembrar do bambu chinês para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão. Procure cultivar sempre dois bons hábitos em sua vida: a persistência e a paciência, pois você merece alcançar todos os seus sonhos! É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão. Nunca te arrependas de um dia de tua vida. Os bons dias te dão felicidade. Os maus te dão experiência. Ambos são essenciais para a vida. A felicidade te faz doce. Os problemas te mantêm forte. As penas te mantêm humano. As quedas te mantêm humilde. O bom êxito te mantém brilhante. Mas, só Deus te mantém caminhando...

sábado, 3 de setembro de 2011

A LIÇÃO DO PÁSSARO




Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair ?
Como é que ele consegue isso ?
Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço.
O segredo está nos tendões das pernas do passarinho.
Eles são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa.
Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa .
É uma maravilha, não é ? Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho! Mas, não é tão diferente em nós.
Quando nosso "galho" na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração.
Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a paz e a alegria, não se entregue ao desânimo, faça de Jesus o seu melhor amigo, Ele está ansioso por isso, Ele quer fortalecê-lo e abençoá-lo !
É Ele quem renova suas forças e sua fé. E se Ele cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você, que é seu(sua) filho(a) amado(a)?!
Basta você CRER! "Lançai sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós" 1 Pedro 5:7 E jamais se esqueça:
Tudo o que nasce de joelhos nasce para ficar em pé! Você é a coisa mais linda que Deus tem nesta vida !!! Uma abençoada vida para você!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

SALVOS POR UM COPO DE LEITE!




Um dia, um rapaz pobre que vendia mercadorias
de porta em porta para pagar seus estudos,
estava com muita fome e só lhe restava uma pequena moeda no bolso.
Decidiu, então, que ao invés de tentar vender,
iria pedir comida na próxima casa;
porém seus nervos o traíram quando
uma encantadora jovem lhe abriu a porta.
Em vez de comida, pediu um copo de água.
A mulher percebeu que ele estava com fome
e lhe deu um grande copo de leite. Ele bebeu devagar e depois lhe perguntou:
- Quanto lhe devo?
- Não me deve nada - respondeu ela.
E continuou:
- Minha mãe sempre nos ensinou a ajudar as pessoas.
- Pois te agradeço todo coração, a você e à sua mãe.
O rapaz saiu daquela casa não só refeito fisicamente,mas também com sua fé renovada em Deus e nos homens.
Ele já havia resolvido abandonar os estudos
devido às dificuldades financeiras que estava passando,mas aquele gesto de bondade o fortaleceu.
Anos depois, essa jovem mulher ficou gravemente doente. Os médicos locais estavam confusos.
Finalmente a enviaram à cidade grande, para se tratar.
O médico de plantão naquele dia era o Dr. Howard Kelly, um dos maiores especialistas do país naquela área.
Quando escutou o nome do povoado de onde ela viera,uma estranha luz encheu seus olhos e de pronto foi ver a paciente.
Reconheceu-a imediatamente e determinou-se
a fazer o melhor para salvar sua vida, passando
a dedicar-lhe atenção especial.
Contudo, nada lhe disse sobre o primeiroencontro que tiveram no passado.
Depois de uma terrível batalha, eles finalmente venceram aquela enfermidade.
Ao receber alta, ela teve medo de ver a conta do hospital, porque imaginava que levaria o resto da sua vida para pagar por aquele tratamento tão caro e demorado.
Quando, finalmente, abriu a fatura, seu coração se encheu de alegria com estas palavras:
"Totalmente pago - há muitos anos - com um copo de leite
- ass.: Dr.Howard Kelly."
Só então ela se lembrou de onde conhecia aquele médico.

"Na vida nada acontece por acaso.
O que você faz hoje, pode fazer a diferença em sua vida amanhã."

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

UM DIA DE CADA VEZ



JOÃO BOSCO LEAL


Não podendo se locomover após um acidente, um homem passava seus dias em um leito já por um longo período, quando um amigo lhe perguntou: “Quanto tempo você ficará assim, sem poder sair da cama?”, e lhe respondeu: “Somente um dia de cada vez.”

Tendo passado por uma experiência semelhante pude observar como, durante a vida, nos queixamos de pequenas coisas, problemas só existentes em nossa mente e reclamamos da demora nas soluções de coisas que normalmente só nós podemos resolver.

Nunca temos tempo para nada, estamos sempre ocupados, com pressa, perdendo a hora para algo quando, de repente, em segundos, algo nos ocorre e passamos a ter todo o tempo do mundo.

Muitas vezes somos pessimistas, frustrados ou derrotados por antecipação, por não esperarmos mais. Somos muito imediatistas e apesar de tudo parecer demorado, distante, na realidade é muito rápido e perto.

As pessoas se deixam atingir por pequenas dificuldades que são passageiras e certamente serão substituídas por novas conquistas e momentos de alegria, como a vitória que é sempre mais gratificante após uma derrota.

Não há como se atingir um objetivo sem buscar por ele. A busca pode ser mais fácil ou difícil e a distância pode ser curta ou longa, mas se lutarmos sempre será possível atingir nossos sonhos.

O tempo, as distâncias e as dificuldades só dependem do foco, do espaço e do local de onde são analisadas. Nada é demorado em termos de história da humanidade, nada é longe se estivermos perto e nada é tão difícil que seja impossível.

Há muito pouco tempo pessoas morriam de tifo, malária e muitas outras doenças que hoje são facilmente curáveis. O transporte de pessoas era feito a cavalo ou em carros de boi e em poucos séculos já é possível realizar viagens espaciais em menor tempo do que se levava para ir de uma cidade à outra.







Alguns sonhadores criavam histórias fantásticas nas revistas em quadrinhos, mais conhecidas como gibis, de viagens espaciais e homens que voavam com um simples propulsor pendurado em suas costas. Isso só era possível em suas mentes, mas influenciaram outros que buscaram realizar aquilo e tudo se tornou possível.

Coisas banais utilizadas atualmente, como televisão, fraldas descartáveis e embalagens conhecidas como ‘longa vida’ não eram sequer sonhadas cinquenta anos atrás. Produtos como os toca-fitas e vídeos cassetes surgiram e deixaram de ser utilizados em menos de vinte anos.

As descobertas para a cura de doenças ocorrem com cada vez maior velocidade e já se tornou comum a realização de transplantes de embriões e a clonagem de animais, ainda não realizada em humanos simplesmente por impedimentos legais, mas declarada possível por diversos cientistas.

Com células do corpo humano já é possível criar órgãos sem os problemas anteriormente existentes.
Esse progresso no conhecimento pode ser notado com maior intensidade após a descoberta e uso da informática, quando a evolução passou a acontecer com cada vez maior rapidez. Atualmente essa própria tecnologia se torna obsoleta a cada ano, em decorrência das novas descobertas que ela mesma propicia.

Assim, cada vez mais rapidamente uma nova descoberta abrirá novos caminhos, que levarão a outras e assim sucessivamente poderemos fazer novos planos, alcançar os objetivos ainda não atingidos e traçar outros, mesmo que ainda sequer inimagináveis.
A cada dia novas possibilidades aparecem e o que ontem parecia impossível e hoje está difícil, amanhã será possível.

Um dia de cada vez
João Bosco Leal
http://www.joaoboscoleal.com.br/2011/07/08/um-dia-de-cada-vez/


MEDITE EM LUCAS 1.37 QUE DIZ: PORQUE PARA DEUS NÃO HÁ IMPOSSÍVEL! QUANDO CREMOS E ESPERAMOS O TEMPO DE DEUS E AGIMOS COM ELE SOMOS MAIS QUE VENCEDORES EM CRSITO!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

BELA REFLEXÃO!




Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou. Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou. Novamente ele tentou espantá-lo, foi quando viu que o animal trazia um bilhete na boca. Ele pegou o bilhete e leu:

- Pode mandar 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor. Assinado.... Ele olhou e viu que dentro da boca do cachorro havia uma nota de 50 Reais. Então ele pegou o dinheiro, separou as salsichas e a perna de carneiro, colocou numa embalagem plástica, junto com o troco, e pôs na boca do cachorro.

O açougueiro ficou impressionado e como já era mesmo hora de fechar o açougue, ele decidiu seguir o animal. O cachorro desceu a rua, quando chegou ao cruzamento deixou a bolsa no chão, pulou e apertou o botão para fechar o sinal. Esperou pacientemente com o saco na boca até que o sinal fechasse e ele pudesse atravessar a rua.

O açougueiro e o cão foram caminhando pela rua, até que o cão parou em uma casa e pôs as compras na calçada. Então, voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta. Tornou a fazer isso. Ninguém respondeu na casa. Então, o cachorro circundou a casa, pulou um muro baixo foi até a janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes. Depois disso, caminhou de volta para a porta, foi quando alguém abriu e começou a bater no cachorro. O açougueiro correu até esta pessoa e o impediu, dizendo:

- Por Deus do céu, o que você está fazendo? O seu cão é um gênio!

A pessoa respondeu:

- Um gênio? Esta já é a segunda vez esta semana que este estúpido ESQUECE a chave!!!

Moral da História:

Você pode continuar excedendo às expectativas, mas para os olhos de alguns, você estará sempre abaixo do esperado. Qualquer um pode suportar as adversidades, mas se quiser testar o caráter de alguém, dê-lhe o poder. Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se: Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic.
{ Gilberto Wiesel )

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

UM DIA DE CADA VEZ




JOÃO BOSCO LEAL


Não podendo se locomover após um acidente, um homem passava seus dias em um leito já por um longo período, quando um amigo lhe perguntou: “Quanto tempo você ficará assim, sem poder sair da cama?”, e lhe respondeu: “Somente um dia de cada vez.”

Tendo passado por uma experiência semelhante pude observar como, durante a vida, nos queixamos de pequenas coisas, problemas só existentes em nossa mente e reclamamos da demora nas soluções de coisas que normalmente só nós podemos resolver.

Nunca temos tempo para nada, estamos sempre ocupados, com pressa, perdendo a hora para algo quando, de repente, em segundos, algo nos ocorre e passamos a ter todo o tempo do mundo.

Muitas vezes somos pessimistas, frustrados ou derrotados por antecipação, por não esperarmos mais. Somos muito imediatistas e apesar de tudo parecer demorado, distante, na realidade é muito rápido e perto.

As pessoas se deixam atingir por pequenas dificuldades que são passageiras e certamente serão substituídas por novas conquistas e momentos de alegria, como a vitória que é sempre mais gratificante após uma derrota.

Não há como se atingir um objetivo sem buscar por ele. A busca pode ser mais fácil ou difícil e a distancia pode ser curta ou longa, mas se lutarmos sempre será possível atingir nossos sonhos.

O tempo, as distâncias e as dificuldades só dependem do foco, do espaço e do local de onde são analisadas. Nada é demorado em termos de história da humanidade, nada é longe se estivermos perto e nada é tão difícil que seja impossível.

Há muito pouco tempo pessoas morriam de tifo, malária e muitas outras doenças que hoje são facilmente curáveis. O transporte de pessoas era feito a cavalo ou em carros de boi e em poucos séculos já é possível realizar viagens espaciais em menor tempo do que se levava para ir de uma cidade à outra.

Alguns sonhadores criavam histórias fantásticas nas revistas em quadrinhos, mais conhecidas como gibis, de viagens espaciais e homens que voavam com um simples propulsor pendurado em suas costas. Isso só era possível em suas mentes, mas influenciaram outros que buscaram realizar aquilo e tudo se tornou possível.

Coisas banais utilizadas atualmente, como televisão, fraldas descartáveis e embalagens conhecidas como ‘longa vida’ não eram sequer sonhadas cinquenta anos atrás. Produtos como os toca-fitas e vídeos cassetes surgiram e deixaram de ser utilizados em menos de vinte anos.

As descobertas para a cura de doenças ocorrem com cada vez maior velocidade e já se tornou comum a realização de transplantes de embriões e a clonagem de animais, ainda não realizada em humanos

simplesmente por impedimentos legais, mas declarada possível por diversos cientistas. Com células do corpo humano já é possível criar órgãos sem os problemas anteriormente existentes.
Esse progresso no conhecimento pode ser notado com maior intensidade após a descoberta e uso da informática, quando a evolução passou a acontecer com cada vez maior rapidez. Atualmente essa própria tecnologia se torna obsoleta a cada ano, em decorrência das novas descobertas que ela mesma propicia.

Assim, cada vez mais rapidamente uma nova descoberta abrirá novos caminhos, que levarão a outras e assim sucessivamente poderemos fazer novos planos, alcançar os objetivos ainda não atingidos e traçar outros, mesmo que ainda sequer inimagináveis.
A cada dia novas possibilidades aparecem e o que ontem parecia impossível e hoje está difícil, amanhã será possível.

Um dia de cada vez
João Bosco Leal
http://www.joaoboscoleal.com.br/2011/07/08/um-dia-de-cada-vez/

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

REFLEXÃO: QUEM DIRIGE SEU BARCO?

Há horas em nossa vida que somos tomados por uma enorme sensação de inutilidade, de vazio. Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido. Concentramos nossa atenção no lado mais cruel da vida, aquele que é implacável e a todos afeta indistintamente: As perdas do ser humano.

Ao nascer, perdemos o aconchego, a segurança e a proteção do útero. Estamos, a partir de então, por nossa conta. Sozinhos. Começamos a vida em perda e nela continuamos.

Paradoxalmente, no momento em que perdemos algo, outras possibilidades nos surgem. Ao perdermos o aconchego do útero, ganhamos os braços do mundo. Ele nos acolhe: nos encanta e nos assusta, nos eleva e nos destrói. E continuamos a perder e seguimos a ganhar.

Perdemos primeiro a inocência da infância. A confiança absoluta na mão que segura nossa mão, a coragem de andar na bicicleta sem rodinhas porque alguém ao nosso lado nos assegura que não nos deixará cair... E ao perdê-la, adquirimos a capacidade de questionar. Por quê? Perguntamos a todos e de tudo. Abrimos portas para um novo mundo e fechamos janelas, irremediavelmente deixadas para trás.

Estamos crescendo. Nascer, crescer, adolescer, amadurecer, envelhecer, morrer.

Vamos perdendo aos poucos alguns direitos e conquistando outros. Perdemos o direito de poder chorar bem alto, aos gritos mesmo, quando algo nos é tomado contra a vontade. Perdemos o direito de dizer absolutamente tudo que nos passa pela cabeça sem medo de causar melindres. Assim, se nossa tia às vezes nos parece gorda tememos dizer-lhe isso.

Receamos dar risadas temos medo de sonhar, de viver e de sentir a presença do SENHOR em nossas vidas.
Estamos crescidos e nos ensinam que não devemos ser tão sinceros. E aprendemos. E vamos adolescendo, ganhamos peso, ganhamos, seios, ganhamos pelos, ganhamos altura, ganhamos o mundo. Mas, a cada dia perdemos a DEUS com as nossas atitudes erradas e pensamentos inadequados diante do SENHOR!

Neste ponto, vivemos em grande conflito. O mundo todo nos parece inadequado aos nossos sonhos ah! os sonhos!!! Ganhamos muitos sonhos. Sonhamos dormindo, sonhamos acordados, sonhamos o tempo todo.

Aí, de repente, caímos na real! Estamos amadurecendo, todos nos admiram. Tornamo-nos equilibrados, contidos, ponderados. Perdemos a espontaneidade. Passamos a utilizar o raciocínio, a razão acima de tudo. Mas não é justamente essa a condição que nos coloca acima (?) dos outros animais? A racionalidade, a capacidade de organizar nossas ações de modo lógico e racionalmente planejado?

E continuamos amadurecendo, ganhamos uma casa nova, um companheiro, muitas vezes ganhamos um diploma. E tristemente perdemos o direito de sorrir pelas mágoas que fizeram para nós, de andar descalço, tomar banho de chuva, lamber os dedos diante de um comida boa e de brincar com nossos filhos.

Algumas vezes perdemos peso!!! Já não pulamos mais no pescoço de quem amamos e tascamos-lhe aquele beijo estalado, mas apertamos as mãos de todos, ganhamos novos amigos, outras vezes ganhamos um salário, ganhamos reconhecimento.E assim, vamos ganhando tempo, enquanto envelhecemos e continuamos a esquecer quem nos dá tudo isto e não nos pede muito! DEUS é tão humilde que ELE espera que você vá até a ele, a fim de ELE possa te ajudar.

De repente percebemos que ganhamos algumas rugas, algumas dores nas costas (ou nas pernas), ganhamos celulite, estrias, ganhamos peso. e perdemos cabelos. Nos damos conta que perdemos também o brilho no olhar, esquecemos os nossos sonhos, deixamos de sorrir. perdemos a esperança. Estamos envelhecendo. E eu lhe pergunto agora amada irmã: O que vamos fazer?

Não podemos deixar pra fazer algo quando estivermos morrendo. Afinal, quem nos garante que teremos tempo de perdoar quem nos feriu é hora de renascer, devemos fazer em vida algo por nós mesmas e pelos nossos também. Precisamos do perdão para nós mesmos. Devemos compreender que as perdas fazem parte, mas que apesar delas, o sol continua brilhando e felizmente chove de vez em quando, que a primavera sempre chega após o inverno, que necessita do outono que o antecede. NUNCA devemos esquecer que o SENHOR SEMPRE SERÁ CONOSCO ATÉ A CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS!

Que a gente cresça e não envelheça simplesmente. Que tenhamos dores nas costas e alguém que as massageie. Que tenhamos rugas e boas lembranças. Que tenhamos juízo mas mantenhamos o bom humor e um pouco de ousadia. Que sejamos racionais, mas lutemos por nossos sonhos. E, principalmente, que não digamos apenas eu te amo, mas ajamos de modo que aqueles a quem amamos, sintam-se amados mais do que saibam-se amados.

Afinal, o que é o tempo? Não é nada em relação a nossa vida com JESUS e a nossa salvação! Pense nisso amada irmã.

Que o BOM DEUS posa dirigir seu barco sempre e que você tenha forças para lutar e para remar na direção certa e você sabe qual é: JESUS CRISTO É A SUA RESPOSTA!

Texto de Autor Desconhecido
Adaptado pela Irmã Neusinha

sábado, 16 de julho de 2011

CARROÇA VAZIA





Certa manhã, meu pai convidou-me a dar um passeio no bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silêncio me perguntou:
- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai. É uma carroça vazia ...Perguntei ao meu pai:
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
- Ora, respondeu meu pai. É muito fácil saber que uma carroça está vazia, por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.
Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, inoportuna, interrompendo a conversa de todo mundo, tenho a impressão de ouvir a voz
do meu pai dizendo: Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz...
Autor Desconhecido
(Texto e fundo recebido de Jonas Pedroso, através de e-mail por Carlos Pinto.)

segunda-feira, 11 de julho de 2011

SAUDADE




José Antônio Oliveira de Resende
(Professor de Prática de Ensino de Língua Portuguesa, do Departamento de Letras, Artes e Cultura, da Universidade Federal de São João del-Rei)

Sou do tempo em que ainda se faziam visitas. Lembro-me de minha mãe mandando a gente caprichar no banho porque a família toda iria visitar algum conhecido. Íamos todos juntos, família grande, todo mundo a pé. Geralmente, à noite.
Ninguém avisava nada, o costume era chegar de pára-quedas mesmo. E os donos da casa recebiam alegres a visita. Aos poucos, os moradores iam se apresentando, um por um.
– Olha o compadre aqui, garoto! Cumprimenta a comadre.
E o garoto apertava a mão do meu pai, da minha mãe, a minha mão e a mão dos meus irmãos. Aí chegava outro menino. Repetia-se toda a diplomacia.
– Mas vamos nos assentar, gente. Que surpresa agradável!
A conversa rolava solta na sala. Meu pai conversando com o compadre e minha mãe de papo com a comadre… Eu e meus irmãos ficávamos assentados todos num mesmo sofá, entreolhando-nos e olhando a casa do tal compadre. Retratos na parede, duas imagens de santos numa cantoneira, flores na mesinha de centro… casa singela e acolhedora. A nossa também era assim.
Também eram assim as visitas, singelas e acolhedoras. Tão acolhedoras que era também costume servir um bom café aos visitantes. Como um anjo benfazejo, surgia alguém lá da cozinha – geralmente uma das filhas – e dizia:
– Gente, vem aqui pra dentro que o café está na mesa.
Tratava-se de uma metonímia gastronômica. O café era apenas uma parte: pães, bolo, broas, queijo fresco, manteiga, biscoitos, leite… tudo sobre a mesa.
Juntava todo mundo e as piadas pipocavam. As gargalhadas também. Pra que televisão? Pra que rua? Pra que droga? A vida estava ali, no riso, no café, na conversa, no abraço, na esperança… Era a vida respingando eternidade nos momentos que acabam…. era a vida transbordando simplicidade, alegria e amizade…
Quando saíamos, os donos da casa ficavam à porta até que virássemos a esquina. Ainda nos acenávamos. E voltávamos para casa, caminhada muitas vezes longa, sem carro, mas com o coração aquecido pela ternura e pela acolhida. Era assim também lá em casa. Recebíamos as visitas com o coração em festa.. A mesma alegria se repetia. Quando iam embora, também ficávamos, a família toda, à porta. Olhávamos, olhávamos… até que sumissem no horizonte da noite.
O tempo passou e me formei em solidão. Tive bons professores: televisão, vídeo, DVD, e-mail… Cada um na sua e ninguém na de ninguém. Não se recebe mais em casa. Agora a gente combina encontros com os amigos fora de casa:
– Vamos marcar uma saída!… – ninguém quer entrar mais.
Assim, as casas vão se transformando em túmulos sem epitáfios, que escondem mortos anônimos e possibilidades enterradas. Cemitério urbano, onde perambulam zumbis e fantasmas mais assustados que assustadores.
Casas trancadas.. Pra que abrir? O ladrão pode entrar e roubar a lembrança do café, dos pães, do bolo, das broas, do queijo fresco, da manteiga, dos biscoitos do leite….
Que saudade do compadre e da comadre!

Não deixe de fazer algo que gosta, devido á falta de tempo, pois a única falta que terá será esse tempo que, infelizmente, não voltará mais. MÁRIO QUINTANA

20 ANOS CEGO





Há muito tempo atrás, um casal de idosos que não tinham filhos, morava em uma casinha humilde de madeira, tinham uma vida muito tranqüila, alegre, e ambos se amavam muito.

Eram felizes. Até que um dia...
Aconteceu um acidente com a senhora.
Ela estava trabalhando em sua casa
quando começa a pegar fogo na cozinha
e as chamas atingem todo o seu corpo.

O esposo acorda assustado com os gritos e vai a sua

procura, quando a vê coberta pelas chamas e

imediatamente tenta ajudá-la.

O fogo também atinge seus braços e,
mesmo em chamas,
consegue apagar o fogo.

Quando chegaram os bombeiros
já não havia muito da casa,
apenas uma parte, toda destruída.

Levaram rapidamente o casal para o hospital mais próximo,
onde foram internados em estado grave.
Após algum tempo
aquele senhor menos atingido pelo fogo
saiu da UTI e foi ao encontro de sua amada.

Ainda em seu leito a senhora toda queimada,
pensava em não viver mais,
pois estava toda deformada,
queimara todo o seu rosto.

Chegando ao quarto de sua senhora, ela foi falando:

-Tudo bem com você meu amor?

-Sim, respondeu ele,
pena que o fogo atingiu os meus olhos
e não posso mais enxergar,
mas fique tranqüila amor
que sua beleza está gravada em meu coração para sempre.

Então triste pelo esposo, a senhora pensou consigo mesma:

"Como Deus é bom,
vendo tudo o que aconteceu a meu marido,
tirou-lhe a visão para que não presencie esta deformação em mim.
As chamas queimaram todo o meu rosto
e estou parecendo um monstro.
E Deus é tão maravilhoso que não deixou ele me ver assim,
como um monstro
Obrigado Senhor!"

Passado algum tempo e recuperados milagrosamente,
voltaram para uma nova casa,
onde ela fazia tudo para o seu querido e amado esposo,
e o esposo agradecido por tanto amor,
afeto e carinho,
todos os dias dizia-lhe:

-COMO EU TE AMO.
Você é linda demais.
Saiba que você é e será sempre,
a mulher da minha vida!

E assim viveram mais 20 anos até que a senhora veio a falecer.
No dia de seu enterro,
quando todos se despediam da bondosa senhora,
veio aquele marido com os olhos em lágrimas,
sem seus óculos escuros
e com sua bengala nas mãos.

Chegou perto do caixão,
beijou o rosto acariciando sua amada, disse em um tom apaixonante:

-"Como você é linda meu amor, eu te amo muito".

Ouvindo e vendo aquela cena
um amigo que esta ao seu lado
perguntou se o que tinha acontecido era milagre.
Pois parecia que o velhinho parecia enxergar sua amada.

O velhinho olhando nos olhos do amigo,
apenas falou com as lágrimas rolando quente em sua face:

-Nunca estive cego,
apenas fingia,
pois quando vi minha amada esposa toda queimada e deformada,
sabia que seria duro para ela continuar vivendo daquela maneira.
Foram vinte anos vivendo muito felizes e apaixonados!
Foram os 20 anos mais felizes de minha vida.

E emocionou a todos os que ali estavam presentes.


CONCLUSÃO

Na vida temos de provar que amamos!
Muitas vezes de uma forma difícil ...
E, para sermos felizes,
temos de fechar os olhos para muitas coisas,
mas o importante é que se faça única e intensamente com AMOR!

domingo, 3 de julho de 2011

O QUE É O AMOR?





Numa sala de aula havia várias crianças. Quando uma delas perguntou à professora:

- Professora, o que é o amor?
A professora sentiu que a criança merecia uma resposta à altura da pergunta inteligente que fizera. Como já estava na hora do recreio, pediu para que cada aluno desse uma volta pelo pátio da escola e que trouxesse o que mais despertasse nele o sentimento de amor.

As crianças saíram apressadas e ao voltarem a professora disse:
- Quero que cada um mostre o que trouxe consigo.
A primeira criança disse:

- Eu trouxe esta flor, não é linda?
A segunda criança falou:
- Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas, vou colocá-la em minha coleção.
A terceira criança completou:
- Eu trouxe este filhote de passarinho. Ele havia caído do ninho junto com outro irmão. Não é uma gracinha?

E assim as crianças foram se colocando. Terminada a exposição a professora notou que havia uma criança que tinha ficado quieta o tempo todo.
Ela estava vermelha de vergonha, pois nada havia trazido. A professora se dirigiu a ela e perguntou:
- Meu bem, porque você nada trouxe?

E a criança timidamente respondeu:
- Desculpe professora. Vi a flor e senti o seu perfume, pensei em arrancá-la, mas preferi deixá-la para que seu perfume exalasse por mais tempo. Vi também a borboleta, leve, colorida! Ela parecia tão feliz que não tive coragem de aprisioná-la.

Vi também o passarinho caído entre as folhas, mas ao subir na árvore notei o olhar triste de sua mãe e preferi devolvê-lo ao ninho.

Portanto professora, trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que senti nos olhos da mãe do passarinho. Como posso mostrar o que trouxe?

A professora agradeceu a criança e lhe deu nota máxima, pois ela fora a única que percebera que só podemos trazer o amor no coração e não em nada físico".

Nós , homens e mulheres somos como aquelas crianças temos que levar vantagem em tudo , não importa a dor que ou a quem causamos , sejam nos negócios , no supermercado , com um vizinho , no trânsito ,
buscamos sempre a nota máxima da esperteza e da .... "EU FIZ , EU ACONTECI , EU , EU , EU...." .

Jesus disse: Pelos frutos conhecereis as arvores

Por quantas das vezes tenho entrado a casa de muitos ,e vejo pássaros aprisionados em gaiolas ,e cachorros presos em corrente dia e noite,gostaria de saber aonde esta escrito que cachorro tem que ficar preso o dia todo como condenado
e muitas vezes vejo em época de frio cachorros serem mortos em sua própria casa, pela isenção de um simples pano no chão para o mesmo deitar,que dirá uma casinha para esconder do frio

sendo que a palavra de Deus nos manda cuidar dos animais ,e não abandoná- los em no frio e nem deixá- los presos (não é o caso se soltá- los na rua),condenando e privando os assim de suas vidas verdadeira

Lembre-se que Deus lhe deu o mais puro dos sentimentos e o mais nobre de todos os dons , tire a nota máxima na escola da vida , aos olhos dEle . Jesus um dia falou ... "em verdade vos digo que quem não
receber o reino de Deus como criança , de maneira nenhuma entrará nele" (Mc 10:15)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Viver é show fantástico




Você pode ter defeitos, viver ansioso, chorar e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é o maior tesouro do mundo.
Só você pode evitar que ela desfaleça.
Lembre-se sempre de que ser feliz não é ter um céu sempre azul, caminhos sem obstáculos, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem decepções.
Ser feliz
É encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor mesmo nos desencontros.
Ser feliz
Não é apenas valorizar o sorriso a alegria, mas também refletir sobre a tristeza.
Não é apenas comemorar as vitórias, mas aprender lições nos fracassos.
Não é apenas alegrar-se como os aplausos, mas encontrar alegria na escuridão.
Ser feliz
É reconhecer que vale a pena viver a vida, apesar de todos os desafios, incompreensões nos períodos de crise basta saber aproveitar.
Ser feliz
Não é uma sorte do destino, mas uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu eu interior.
Ser feliz
É deixar de ser vítima ou réu nos problemas, é se tornar o autor da própria história.
Ser feliz
É atravessar desertos, ser capaz de encontrar um oásis escondido em sua alma.
É agradecer a cada manhã pela vida.
Ser feliz
É não ter medo dos próprios sentimentos e saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um... "Não".
Ser Feliz
É saber receber com segurança uma crítica, mesmo que seja injusta.
É beijar os filhos, é ter momentos poéticos com os amigos, mesmo que eles nos magoem.
É deixar viver a criança que cada um tem dentro de si.
Ser feliz
É saber admitir quando errou e dizer "Eu errei".
É ser o primeiro a dizer "Me perdoe”
É ter sensibilidade para expressar
"O que você tem mais de profundo no coração".
É ter capacidade de dizer sem medo "Eu te amo".
Faça da sua vida um canteiro de oportunidades.
Que nas suas primaveras você seja amante da alegria.
Que nos seus invernos você seja amigo da sabedoria.
E finalmente
Quando você desviar do caminho, comece tudo de novo.
Pois assim você terá cada vez mais amor pela vida e descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita.
Mas saber usar suas lágrimas para irrigar a tolerância.
Saber usar suas perdas para polir a paciência.
Saber usar suas falhas para construir a serenidade.
Saber usar sua dor para aumentar o prazer.
Saber usar os obstáculos para abrir as janelas da sabedoria.
Não desista nunca de si mesmo.
Não esqueça nunca as pessoas que te amam.
Não desista nunca de quem te ama.
Não desista nunca de ser feliz, pois...
A VIDA É UM SHOW FANTÁSTICO Autor ( S.Bernardelli )

quinta-feira, 23 de junho de 2011

GUARDE BEM ESTA RECEITA DE VIDA!






Dona "Maria Jiló" é uma senhora de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão.

E hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente, e não havia outra solução.

Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. Enquanto ela manobrava o andador em direção ao elevador, dei uma descrição do seu minúsculo quartinho, inclusive das cortinas floridas que enfeitavam a janela.

Ela me interrompeu com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.

- Ah, eu adoro essas cortinas...
- Dona "Maria Jiló", a senhora ainda nem viu seu quarto... Espera um pouco...
- Isto não tem nada a ver, ela respondeu, felicidade é algo que você decide por princípio. Se eu vou gostar ou não do meu quarto, não depende de como a mobília vai estar arrumada... Vai depender de como eu preparo minha expectativa.

E eu já decidi que vou adorar. É uma decisão que tomo todo dia quando acordo.

Sabe, eu posso passar o dia inteiro na cama, contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem..
Ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem.

- Simples assim?
- Nem tanto; isto é para quem tem autocontrole e todos podem aprender, e exigiu de mim um certo 'treino' pelos anos afora, mas é bom saber que ainda posso dirigir meus pensamentos e escolher, em conseqüência, os sentimentos.

Calmamente ela continuou:

- Cada dia é um presente, e enquanto meus olhos se abrirem, vou focalizar o novo dia, mas também as lembranças alegres que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: você só retira aquilo que guardou. Então, meu conselho para você é depositar um monte de alegrias e felicidade na sua Conta de Lembranças. E, aliás, obrigada por este seu depósito no meu Banco de lembranças. Como você vê, eu ainda continuo depositando e acredito que, por mais complexa que seja a vida, sábio é quem a simplifica.

Depois me pediu para anotar:

COMO MANTER-SE JOVEM

1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade,o peso e a altura.
Deixe que os médicos se preocupem com isso.

2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo.
(Lembre-se disto se for um desses depressivos!)

3. Aprenda sempre:
Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.
'Uma mente preguiçosa é a oficina do Alemão.' E o nome do Alemão é Alzheimer!

4. Aprecie mais as pequenas coisas - Aprecie mais.

5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar.
E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele /ela!

6. Quando as lágrimas aparecerem
Aguente, sofra e ultrapasse.
A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios.
VIVA enquanto estiver vivo.

7. Rodeie-se das coisas que ama:
Quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja.
O seu lar é o seu refúgio. Não o descarte..

8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a.
Se é instável, melhore-a.
Se não consegue melhorá-la , procure ajuda.

9. Não faça viagens de culpa. Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde haja culpa.

10. Diga às pessoas que as ama e que ama a cada oportunidade de estar com elas.

E, se não mandar isto a pelo menos quatro pessoas - quem é que se importa?
Serão apenas menos quatro pessoas que deixarão de sorrir ao ver uma mensagem sua.

Mas se puder, pelo menos, partilhe com alguém!

"O que de nós vale a pena se não tocarmos o coração das pessoas?"
" O mundo é de quem se atreve."

DEIXE DEUS AGIR EM SUA VIDA E SEMPRE SIGA A SUA DIREÇÃO!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

SÍNDROME DA HIENA






Olá, por certo você já ouviu falar de pessoas que passam o dia todo reclamando da vida, lamentando-se da sua sorte e que as demais pessoas não as compreendem.
Pois bem, estamos falando de pessoas que amarraram as suas vidas aquilo que tenho chamado de Síndrome da Hiena. É impressionante como estamos rodeados de pessoas que acreditam que não dão certo na vida.

A essas pessoas digo-lhes que: "Realmente, você tem razão". Ora, somos reflexos dos nossos pensamentos. Assim, alimentar, diariamente, pensamentos positivos favorece-nos a termos atitudes positivas e prósperas. O inverso também é verdadeiro e é aí onde se encontram os portadores da Síndrome da Hiena.

Caríssimos, fazer o que todo mundo faz não nos torna excelentes naquilo que fazemos; conquanto, ser ousado e fazer diferente nos tornam uma pessoa talentosa. Seja ousado. Ouse estudar mais, capacitar-se mais, ser aquilo que você é, um (a) filho (a) amado(a) de Deus.
Um ser que traz dentro de si a essência do Criador, portanto, um ser especial. Pare de andar pelos cantos da casa a reclamar da vida. Tome uma atitude de guerreiro e seja um guerreiro.
Ouse. Como disse, fazer o que todo mais não o torna excelente em sua vida profissional. Seja ousado e faça diferente. Conquiste o seu espaço no mercado de trabalho acreditando que você pode, Porque você pode. Busque novos espaços através de boas leituras, reflexões e capacitações.
Um grande cheiro no coração e até a próxima.

Salatiel Soares Diniz - Psicólogo Clínico, Arteterapeuta, Professor, Psicólogo Perito de Trânsito e Administrador da CLIPSI DOM BOSCO (Onde tudo começa e termina com pessoas!)
Contatos: (81) 8732 3396 ou salatiel.psi@gmail.com
Twitter: @salatielsdiniz

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ELEGÂNCIA





Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.
É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza.

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto.

É uma elegância desobrigada.

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam.

Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.

É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas.

Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros.

É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

Oferecer flores é sempre elegante.

É elegante não ficar espaçoso demais.

É elegante, você fazer algo por alguém , e este alguém jamais saber o que você teve que se arrebentar para o fazer...

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro.

É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais.

É elegante retribuir carinho e solidariedade.

" É elegante o silêncio, diante de uma rejeição... "

Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do Gesto.

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante.

É elegante a gentileza,.atitudes gentis falam mais que mil imagens...

...Abrir a porta para alguém...é muito elegante (Será q ainda existem
homens assim?)...

...Dar o lugar para alguém sentar...é muito elegante...

...Sorrir, sempre é muito elegante e faz um bem danado para a alma...

...Oferecer ajuda...é muito elegante...

...Olhar nos olhos, ao conversar é essencialmente elegante...

Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural pela observação, mas
tentar imitá-la é improdutivo.

A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que "com amigo não tem que ter estas frescuras".

Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os desafetos é que não irão desfrutá-la.

Educação enferruja por falta de uso.

E, detalhe: não é frescura.
Toulouse Lautrec

segunda-feira, 13 de junho de 2011

O CARPINTEIRO E A CASA






Um velho carpinteiro estava para se aposentar. Contou a seu patrão sobre seus planos de deixar o serviço de carpintaria e construção de casas, para viver uma vida calma com sua família. Obviamente ele se ressentia da falta do salário mensal, porém, necessitava e merecia a tão sonhada aposentadoria. O proprietário da empresa lamentou o desligamento de um de seus melhores funcionários, entretanto considerou justa sua reinvidicação.

Como última tarefa a desempenhar, o patrão solicitou a ele que construísse ainda mais uma última casa e então, poderia afastar-se da labuta diária.
O carpinteiro consentiu, mas, com o tempo, percebia-se nitidamente que seus pensamentos e seu coração não estavam no trabalho. Ele não se empenhou no serviço e utilizou mão-de-obra e matéria-prima de qualidade inferior.

Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira !

Quando o carpinteiro terminou o trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro dizendo: esta casa é sua, é meu presente pra você !

Que vergonha ! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relapso ! Agora, iria morar numa casa feita de qualquer maneira...

Assim acontece conosco.
Construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais do que agindo, desejando colocar menos do que o melhor.
Nos assuntos importantes, não empenhamos nosso melhor esforço. Então, em choque, olhamos para a situação que criamos e vemos que estamos morando na casa que construímos...

Pense em você como um carpinteiro. Pense em sua casa. Cada dia você martela um prego novo. Coloca uma armação ou levanta uma parede. Construa sabiamente, pois da qualidade desta construção, depende diretamente o seu futuro !


A vida é um projeto de “ faça você mesmo”!
A sua vida de hoje é o resultado de suas atitudes e escolhas feitas no passado.

Sua vida de amanhã é o resultado de suas atitudes e escolhas que fizer hoje.
Autor Anônimo

A Lição da Borboleta






"Um dia, uma pequena abertura apareceu num
casulo; um homem sentou e observou a borboleta
por várias horas, conforme ela se esforçava
para fazer com que seu corpo passasse através
daquele pequeno buraco.
Então pareceu que ela havia parado de fazer
qualquer progresso.

Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia,
e não conseguia ir mais.
Então o homem decidiu ajudar a borboleta:
ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo.
A borboleta então saiu facilmente.

Mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha
as asas amassadas.
O homem continuou a observá-la, porque ele
esperava que, a qualquer momento, as asas dela
se abrissem e se esticassem para serem capazes de
suportar o corpo que iria se afirmar a tempo.
Nada aconteceu!
Na verdade, a borboleta passou o resto de sua vida
rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas.
Ela nunca foi capaz de voar!
O que o homem, em sua gentileza e vontade de
ajudar não compreendia, era que o casulo apertado
e o esforço necessário à borboleta para passar
através da pequena abertura era o modo pelo qual
Deus fazia com que o fluído do corpo da borboleta
fosse para as suas asas, de forma que ela estaria
pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.

Algumas vezes, o esforço é justamente o que
precisamos em nossa vida.
Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas
sem quaisquer obstáculos, ele nos deixaria aleijados.
Nós não iríamos ser tão fortes
como poderíamos ter sido.
Nós nunca poderíamos voar.
Eu pedi forças...
e Deus deu-me dificuldades para fazer-me forte.
Eu pedi sabedoria...
e Deus deu-me problemas para resolver
Eu pedi prosperidade...
e Deus deu-me cérebro e músculos para trabalhar.
Eu pedi coragem...
e Deus deu-me obstáculos para superar.
Eu pedi amor...
e Deus deu-me pessoas com problemas para ajudar.
Eu pedi favores...
e Deus deu-me oportunidades.

"Eu não recebi nada do que pedi...
mas eu recebi tudo de que precisava".
Autor Desconhecido

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Desculpe, foi engano.. .




Era uma vez um rapaz que tinha muitos problemas.
Constantemente, em suas preces,
ele pedia que Jesus viesse visitá-lo no seu
sofrimento.
Um dia, Jesus bateu a sua porta, ele maravilhado,
convidou-o a entrar, e Jesus
sentou-se no sofá da sala.
Na mesinha de centro
encontrava-se uma Bíblia aberta
no Salmo 91. Numa das paredes estava pendurado um
bordado com o Salmo 23 e na
outra um quadro da santa ceia.

"Senhor Jesus", disse o jovem, "em primeiro lugar
gostaria de dizer que uma
honra recebê-lo em minha casa, conforme o Senhor deve
saber, estou passando por
algumas dificuldades e preciso muito da Sua ajuda..."

"Filho", interrompeu Jesus, "antes de conversarmos
sobre os seus pedidos,
gostaria de conhecer sua casa. Onde é o lugar que você
dorme?" No mesmo instante o rapaz se lembrou que, no quarto, o
computador estava ligado e aberto em uns sites pouco recomendáveis e, colocando-se na frente da porta disse:
"Não, Jesus, aqui não! Meu quarto no está arrumado!"
"Ok", disse Jesus, " E onde é o lugar que você toma
banho?"
Novamente o rapaz se lembrou que guardava, no banheiro,
umas revistas terríveis e se apressou em dar uma desculpa:
"Ih, Jesus, melhor
não. Acabei de tomar
banho e está tudo molhado..."
"Bem", disse Jesus, "e a cozinha, posso conhecer sua
cozinha?"
O rapaz lembrou que na cozinha havia algumas garrafas
de bebida vazias que ele não gostaria que Jesus visse. "Senhor, desculpe, mas prefiro que não",
respondeu o rapaz, "a minha cozinha está vazia,
Não tenho nada de bom para
oferecê-lo."
Neste instante, um barulho forte interrompe a conversa.
Pam, pam, pam...!

Era algum que batia furiosamente na porta, o rapaz se
levantou, assustado, e
foi ver quem era. Abriu a porta meio desconfiado, e viu
que era o diabo.
"Sai da frente que eu quero entrar!", gritou o
tentador."De jeito nenhum", respondeu o rapaz,
e assim começou a briga com muita
dificuldade o homem
conseguiu empurrar o diabo e fechar a porta.
Cansado, o rapaz voltou para sala e continuou:

"Então, Jesus", disse ele, "como eu estava falando com
o Senhor, estou
precisando de tantas coisas..."
Mas, outra vez a conversa interrompida por um barulho
forte que vinha da
janela do quarto. O rapaz correu para ver quem era e ao
abri-la se deparou,
novamente, com o diabo:

"Agora no tem jeito, eu vou entrar!", disse o inimigo.
Mais uma vez o rapaz se debateu com ele e conseguiu
trancar a janela.
"Senhor", disse ele, "desculpe a interrupção,conforme
lhe dizia..."
Outra vez, dos fundos da casa, se ouvia tamanho barulho
como se algum quisesse
arrombar a porta, era novamente o diabo: "Eu quero
entrar!"

O rapaz, já exausto, lutou com ele e conseguiu mantê-lo do lado de fora.
Ao voltar, contrariado, disse a Jesus: "Eu não entendo.
O Senhor está na minha
casa e por que o diabo fica insistindo em entrar?"
"Sabe o que é meu filho", explicou Jesus, "é que na sua
casa você só me deu a sala."
O rapaz humildemente entendeu a lição de Jesus e fez
uma faxina na casa para entregá-la aos cuidados do Senhor.
Neste instante, o diabo bateu mais uma vez porta.
O rapaz olhou para Jesus
sem entender, e o Senhor disse: "Deixa que eu vou
atender."
Quando o diabo viu que era Jesus, que atendia a porta,
disse: "Desculpe, foi
engano," e sumiu rapidinho.

Muitas vezes, é assim que acontece com o nosso coração.
Entregamos a Jesus s uma parte dele, apenas a sala, ficando as dúvidas a
morar no quarto, o acaso na
cozinha, o medo na varanda, então lutamos e no
vencemos porque a casa esta dividida.

A Bíblia diz que "os olhos do Senhor passeiam por toda
a terra para se mostrar forte para com aqueles cujo coração é inteiramente seu.

"Desculpe, foi engano"...

terça-feira, 7 de junho de 2011

BAGAGEM




Quando sua vida começa, você tem apenas uma mala pequenina de mão.

A medida em que os anos vão passando, a bagagem vai aumentando
porque existem muitas coisas que você recolhe pelo caminho,
porque pensa que são importantes .

A um determinado ponto do caminho começa a ficar insuportável
carregar tantas coisas, pesa demais, então você pode escolher :

Ficar sentado a beira do caminho, esperando que alguém o ajude, o que é difícil,
pois todos que passarem por ali já terão sua própria bagagem.

Você pode ficar a vida inteira esperando, até que seus dias acabem.

Ou você pode aliviar o peso, esvaziar a mala. Mas, o que tirar ? Você começa tirando tudo para fora.

Veja o que tem dentro:

Amor, Amizade ... nossa!
Tem bastante, curioso, não pesa nada...
Tem algo pesado ... você faz força para tirar...
Era a Raiva - como ela pesa!

Aí você começa a tirar, tirar e aparecem a Incompreensão,
Medo, Pessimismo.

Nesse momento, o Desânimo quase te puxa pra dentro da mala.
Mas você puxa-o para fora com toda a força, e no fundo da mala aparece um Sorriso,
que estava sufocado no fundo da sua bagagem.

Pula para fora outro sorriso e mais outro,e aí sai a Felicidade!
Aí você coloca as mãos dentro da mala de novo e
tira pra fora a Tristeza.

Agora, você vai ter que procurar a Paciência dentro da mala,
pois vai precisar bastante.

Procure então o resto, a Força, Esperança, Coragem, Entusiasmo,
Equilíbrio, Responsabilidade, Tolerância e o Bom e Velho Humor.

Tire a Preocupação também. Deixe de lado, depois
você pensa o que fazer com ela.

Bem, sua bagagem está pronta para ser arrumada de novo.
Mas, pense bem o que vai colocar lá dentro de novo, heim !

Agora é contigo. E não esqueça de fazer isso mais vezes,
pois o caminho é MUITO, MUITO LONGO .. AUTOR DESCONHECIDO

sábado, 4 de junho de 2011

A Marca de Amor





Marcelinho tinha uma cicatriz no rosto, as pessoas de seu colégio não falavam com ele e nem sentavam ao seu lado,
na realidade quando os colegas de seu colégio o viam franziam a testa devido à cicatriz ser muito feia.
Então a turma se reuniu com o professor e foi sugerido que aquele menino da cicatriz não frequentasse mais o colégio,
o professor levou o caso à diretoria do colégio.
A diretoria ouviu e chegou à seguinte conclusão:
Que não poderia tirar o menino do colégio, e que conversaria com o menino e ele seria o ultimo a entrar em sala de aula,
e o primeiro a sair, desta forma nenhum aluno via o rosto do Marcelinho, a não ser que olhassem para trás.
O professor achou magnífica a idéia da diretoria, sabia que os alunos não olhariam mais para trás.
Levado ao conhecimento do Marcelinho da decisão ele prontamente aceitou a imposição do colégio, com uma condição:
Que ele compareceria na frente dos alunos em sala de aula, para dizer o porquê daquela CICATRIZ.
A turma concordou, e no dia Marcelinho entrou em sala dirigiu-se a frente da sala de aula e começou a relatar:
- Sabe turma eu entendo vocês, na realidade esta cicatriz é muito feia, mas foi assim que eu a adquiri:
- Minha mãe era muito pobre e para ajudar na alimentação de casa minha mãe passava roupa para fora, eu tinha por volta
de 7 a 8 anos de idade...
A turma estava em silencio atenta a tudo.
O menino continuou: além de mim, haviam mais 3 irmãozinhos, um de 4 anos, outro de 2 anos e uma irmãzinha
com apenas alguns dias de vida.
Silêncio total em sala.
-... Foi aí que não sei como, a nossa casa que era muito simples, feita de madeira começou a pegar fogo, minha mãe
correu até o quarto em que estávamos pegou meu irmãozinho de 2 anos no colo, eu e meu outro irmão pelas mãos
e nos levou para fora, havia muita fumaça, as paredes que eram de madeira, pegavam fogo e estava muito quente...
Minha mãe colocou-me sentado no chão do lado de fora e disse-me para ficar com eles até ela voltar, pois minha mãe
tinha que voltar para pegar minha irmãzinha que continuava lá dentro da casa em chama.
Só que quando minha mãe tentou entrar na casa em chamas as pessoas que estavam ali, não deixaram minha mãe buscar
minha irmãzinha.
Foi aí que decidi.
Peguei meu irmão de 2 anos que estava em meu colo e o coloquei no colo do meu irmãozinho de 4 anos e disse-lhe
que não saísse dali até eu voltar.
Saí de entre as pessoas, sem ser notado e quando perceberam eu já tinha entrado na casa.
Havia muita fumaça, estava muito quente, mas eu tinha que pegar minha irmãzinha.
Eu sabia o quarto em que ela estava.
Quando cheguei lá ela estava enrolada em um lençol e chorava muito...
Neste momento vi caindo alguma coisa, então me joguei em cima dela para protegê-la, e aquela coisa quente
encostou-se em meu rosto...
A turma estava quieta atenta ao Marcelinho e envergonhada então o menino continuou:
Vocês podem achar esta CICATRIZ feia, mas tem alguém lá em casa que acha linda e todo dia quando chego em casa,
ela, a minha irmãzinha me beija porque sabe que é marca de AMOR.
Vários alunos choravam, sem saberem o que dizerem ou fazerem, mas Marcelinho foi para o fundo da classe
e imovelmente sentou-se.
Para você que leu esta história, queria dizer que o mundo está cheio de CICATRIZ.
Não falo da CICATRIZ visível, mas das cicatrizes que não se vêem, estamos sempre prontos a abrir cicatrizes nas pessoas,
seja com palavras ou nossas ações.
Há aproximadamente 2000 anos JESUS CRISTO, adquiriu algumas CICATRIZES em suas mãos, seus pés e sua cabeça.
Essas cicatrizes eram nossas, mas Ele, pulou em cima da gente, protegeu-nos e ficou com todas as nossas CICATRIZES..
Essas também são marcas de AMOR.
Jesus te ama, não por quem você é, mas sim pelo que você é, e para Jesus você é a pessoa mais importante deste mundo.
Nunca se esqueça disso!

terça-feira, 31 de maio de 2011

DEUS CAPACITA OS ESCOLHIDOS




Conta certa lenda
que estavam duas crianças
patinando num lago congelado.
Era uma tarde nublada e
fria e as crianças brincavam despreocupadas


De repente,o gelo se quebrou
e uma delas caiu,
ficando presa na fenda que se formou.
A outra,vendo seu amiguinho preso e
se congelando,tirou um dos patins
e começou a golpear o gelo com todas
as suas forças,conseguindo por fim
quebrá-lo e libertar o amigo.
Quando os bombeiros chegaram
e vira o que havia acontecido,
perguntaram ao menino:
-Como você conseguiu fazer isso
É Impossível que tenha conseguido quebrar
o gelo,
sendo tão pequeno e com mãos tão frágeis!
Nesse instante,um ancião que passava
pelo local,
comentou:
-Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
-Pode nos dizer como
-É simples-responde o velho.
-Não havia ninguém ao seu redor,
para lhe dizer que não seria capaz.


"Deus nos fez perfeitos e não escolhe
os capacitados,
CAPACITA OS ESCOLHIDOS.
Fazer OU não fazer algo só depende
de nossa vontade e perseverança.


Mt 22:14-Porque muitos são chamados.
MAS POUCOS OS ESCOLHIDOS.


Confie...


As coisas acontecem na hora certa.
Exatamente quando devem acontecer!
Momentos felizes,louve a Deus.
Momentos difíceis,busque a Deus.
Momentos silenciosos,adore a Deus.
Momentos dolorosos,confie em Deus.
Cada momento,agradeça a Deus.


DEUS CAPACITA OS ESCOLHIDOS!!!

segunda-feira, 30 de maio de 2011

REFLITA!



Um dia, eu perdoei meu inimigo
e fui forte…
no outro eu pedi perdão
e fui grande.
Um dia, mostrei minhas razões
e fui eloqüente…
no outro, ouvi meu próximo
e fui humano.
Um dia, lutei pela minha causa
e fui bravo..
no outro, lutei pela causa alheia
e fui gente.
Um dia, batalhei pelo que queria
e fui perseverante…
no outro, dividi o pão
e fui rico!
Um dia, recebi aplausos
e fui admirado…
no outro, fiz o bem em silêncio
e os anjos me aplaudiram.
Um dia, usei a inteligência
e fui respeitado…
no outro, usei o coração
e fui amado!
Quando me dei conta, minha vida mudou quando mudei minhas atitudes diante da vida e dos fatos.
Deixe DEUS agir em sua vida e sonhe os sonhos dele para sua vida, porque os sonhos de DEUS são maiores que os seus!
Medite na palavra: Para Deus não há impossível! Lucas 1.37

domingo, 22 de maio de 2011

BONECA DE CROCHÊ




Um homem e uma mulher estavam casados por mais de60 anos.Eles tinham compartilhado tudo um com o outro e conversado sobre tudo.Não havia segredos entre eles,com exceção de uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela.Por todos aqueles anos ele nunca nem pensou sobre o que estaria naquela caixa de sapato. Um dia a velhinha ficou muito doente e o medico falou que ela não sobreviveria.
Sendo assim,o velhinho tirou a caixa de cima do armario e a levou pra perto da cama da mulher.Ela concordou que era hora dele saber o que havia naquela caixa.Quando ele abriu a tal caixa,viu duas bonecas de crochê e um pacote de dinheiro que totalisava R$ 100 mil.
Ele perguntou a ela o que aquilo significava,ela explicou:-Quando nós nos casamos,minha avó me disse que o segredo de um casamento feliz é nunca argumentar/brigar por nada.E se alguma vez eu ficasse com raiva de você que eu ficasse quieta e fizesse uma boneca de crochê.O velhinho ficou tão emocionado que teve que conter as lagrimas enquanto pensava:´´Somente duas bonecas preciosas estavam na caixa.Ela ficou com raiva de mim somente duas vezes por todos esses anos de vida e amor.´´-Querida,você me explicou sobre as bonecas,mas esse dinheiro todo de onde veio?
-Ah!Esse é o dinheiro que eu fiz com a venda das bonecas,só sobrou duas.
***Senhor,dai-me sabedoria pra entender meu marido,amor pra perdoá-lo e paciência pra aturá-lo,porque se eu pedir força,eu bato nele!!!!

sábado, 21 de maio de 2011

A RATOEIRA




Um rato,
olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa

abrindo um pacote.

Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali.

Ao descobrir que era uma ratoeira, ficou aterrorizado.

Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:

"- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!!!
"

A galinha, disse:

"- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um
grande problema para o
senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda."

O rato foi até o porco e lhe disse:

"- Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!!!"

"- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há
nada que eu possa fazer,
a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas
preces."

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela lhe disse:

"- O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em
perigo? Acho que não! "

Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para
encarar a ratoeira
do fazendeiro.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira
pegando sua

vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela
não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra
picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou
com febre.

Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada
melhor que uma
canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente
principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos
vieram visitá-la.
Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou
morrendo. Muita gente veio para o funeral.

O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo
aquele povo.

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está
diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito,
lembre-se que, quando há uma
ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco. O problema de um é problema
de todos.

sexta-feira, 20 de maio de 2011

O JIPE





Um jovem cumpria o seu dever cívico prestando serviço ao exército, mas era ridicularizado por ser cristão.

Um dia o seu superior hierárquico, na intenção de humilhá-lo na frente do pelotão, pregou-lhe uma peça...

- Soldado Coelho, venha até aqui!
- Pois não Senhor.
- Segure essa chave. Agora vá até aquele jipe e o Estacione ali na frente.

- Mas senhor, o senhor sabe perfeitamente que eu não sei dirigir.
- Soldado Coelho, eu não lhe perguntei nada. Vá até o jipe e faça o que eu lhe ordenei...
- Mas senhor, eu não sei dirigir!
- Então peça ajuda ao seu Deus. Mostre-nos que Ele existe.

O soldado não temendo, pegou a chave das mãos do seu superior e foi até o veículo.
Entrou, sentou-se no banco do motorista e imediatamente começou sua oração.

"Senhor, tu sabes que eu não sei dirigir. Guie as minhas mãos e mostre a essas pessoas a sua fidelidade.
Eu confio em Ti e sei que podes me ajudar. Amém."

O garoto, manobrou o veículo e estacionou perfeitamente como queria o seu superior.
Ao sair do veículo, viu todo o pelotão chorando e alguns de joelhos...

- O que houve gente? - perguntou o soldado.
- Nós queremos o teu Deus, Coelho. Como fazemos para tê-lo? Perguntou o seu superior.

- Basta aceitá-lo como seu Senhor e Salvador. Mas porquê todos decidiram aceitar o meu Deus?

O superior pegou o soldado pela gola da camisa, caminhou com ele até o jipe enxugando suas lágrimas.

Chegando lá, pediu ao soldado: "levante o capô do veículo " e o mesmo estava sem o motor!

DEUS CUIDA DOS SEUS , POIS ESTES LHE CUSTOU UM ALTO PREÇO.
SEJA VOCÊ TAMBÉM UMA SEMENTE DE JESUS E VOCÊ SEMPRE COLHERÁ BONS FRUTOS!!

Espere...

No tempo de Deus (que não é o seu) aquilo que você tanto almeja ser-lhe-à dado se for da vontade do Pai.
Se você está passando por provas, não se desespere.
O Senhor está formando seu caráter e no tempo certo Ele lhe dará a vitória.

Deus tem visto suas lutas!
" BEM SEI QUE TUDO PODES E NENHUM DE TEUS PLANOS PODE SER FRUSTRADO"
JÓ 42.2

domingo, 15 de maio de 2011

A MENINA DO VESTIDO AZUL





Num bairro pobre de uma cidade distante, morava uma garotinha muito bonita. Acontece que essa menina freqüentava as aulas da escolinha local num estado lamentável. Suas roupas eram tão velhas que seu professor resolveu dar-lhe um vestido novo. Assim raciocinou o mestre: "É uma pena que uma aluna tão encantadora venha às aulas desarrumada desse jeito. Talvez, com algum sacrifício, eu pudesse comprar para ela um vestido azul".Quando a garota ganhou a roupa nova, sua mãe não achou razoável que, com aquele traje tão bonito, a filha continuasse a ir ao colégio suja como sempre, e começou a dar-lhe banho todos os dias, antes das aulas. Ao fim de uma semana, disse o pai: "Mulher, você não acha uma vergonha que nossa filha, sendo tão bonita e bem arrumada, more num lugar como este? Que tal você ajeitar a casa, enquanto eu, nas horas vagas, vou dando uma pintura nas paredes, consertando a cerca, plantando um jardim?"E assim fez o humilde casal. Sua casa ficara mais bonita que todas as outras da rua, e os vizinhos, inspirados naquela casa, se puseram a arrumar as suas próprias moradias. Desse modo, todo o bairro melhorou consideravelmente. Por ali, passava um político que, bem impressionado, disse: "É lamentável que gente tão esforçada não receba nenhuma ajuda do governo". E, dali, saiu para ir falar com o prefeito, que o autorizou a organizar uma comissão para estudar que melhoramentos eram necessários ao bairro. Dessa primeira comissão surgiram muitas e muitas outras e hoje, por todo o país, elas ajudaram os bairros pobres a crescerem e melhorarem.E pensar que tudo começou com um vestido azul.Não era intenção daquele simples professor concertar toda a rua, o bairro, nem criar um organismo que socorresse os bairros abandonados de todo o país. Mas ele fez o que podia, ele deu a sua parte, ele fez o primeiro movimento do qual se desencadeou toda aquela transformação. (Gardel Costa)Ao ouvir esta historia, fiquei pensando no poder de um pensamento. Muitas pessoas têm sonhos, que elas mesmas não permitem que sejam realizados. Quantas vezes achamos impossível a transformação de um sistema, de uma realidade, de uma vida? Quantas vezes não nos permitimos sonhar por achar impossível estes sonhos. Os grandes feitos da humanidade partiram também de um pensamento. Todos os grandes ou pequenos movimentos em prol da vida em abundância do mundo partiram de um pensamento aqui e acolá. A frase "sonho que se sonha sozinho é somente um sonho, mas sonho que se sonha junto se torna realidade" reflete isso. Também é isto que Jesus Cristo quer nos dizer em tantas historias que nos contou. Ele não somente sonhou como fez acontecer. Ele disse: "Vocês são o sal da terra e a luz do mundo"...Juntos temperamos e iluminamos melhor.Cada atitude nossa, mesmo que pareça pequena e que não dê frutos instantâneos, é importante e traz resultados. Existem sonhos iguais espalhados pelo mundo inteiro. Que possamos sonhar na certeza de que este sonho pode se tornar realidade. Esta certeza nós temos no próprio Cristo que tornou o sonho da nossa salvação realidade.
"E difícil reconstruir um bairro, mas é possível dar um vestido azul".
Autor Desconhecido

terça-feira, 10 de maio de 2011

O VALOR REAL DA BÍBLIA




Há muitos anos atrás, existiu um homem muito
rico que no dia do seu aniversário chamou
toda a criadagem em sua sala para
receberem presentes.

Colocou-os à sua frente na seguinte ordem:
O cocheiro - o jardineiro - a cozinheira - a
arrumadeira - o pequeno mensageiro.

Em seguida dirigindo-se a eles, explicou o
motivo de chamá-los e por fim, fez uma
pergunta, esperando que cada um
desse sua própria resposta.

O que você prefere receber agora: esta
Bíblia ou este valor em dinheiro?

Eu gostaria de receber a Bíblia, respondeu
o cocheiro. Mas, como não aprendi a ler,
o dinheiro me será bem mais útil!

Recebeu então o dinheiro, e agradeceu.
O patrão pediu que não saisse do lugar

Era a vez do jardineiro fazer a sua escolha
e, escolhendo bem as palavras, falou:

Minha mulher está adoentada e por esta
razão tenho necessidade do dinheiro,
em outra circunstância escolheria,
sem dúvida, a Bíblia.

Como aconteceu com o primeiro, ele
também permaneceu na sala após
receber o dinheiro do patrão.

Agora, pela ordem, falaria a cozinheira
que teve tempo de elaborar bem
a sua resposta:

Eu sei ler, porém, nunca encontro tempo
nem para folhear uma revista, portanto
prefiro o dinheiro assim compro
um vestido novo.

Eu já possuo uma Bíblia e não preciso
de outra; assim, prefiro o dinheiro -
informou a arrumadeira.

Finalmente chegou a vez do menino
de recados. Sabendo que ele era
bastante necessitado, o patrão
se adiantou e disse:

Certamente você também prefere o
dinheiro, para comprar uma nova
sandália, não é meu rapaz?

Muito obrigado pela sugestão. De fato,
estou precisando muito de um novo
calçado, mas prefiro a Bíblia.

Minha mãe me ensinou que a palavra
de Deus é mais desejável que o ouro
- disse o pequeno mensageiro -

Ao receber o bonito volume, o menino
feliz abriu a Bíblia e nisso caiu aos
seus pés uma moeda de ouro.

Virando as páginas, foi deparando
com outros valores em notas.

Com isso, os outros criados perceberam
seus erros e, envergonhados, um a
um foram deixando o recinto.

A sós com o menino, o patrão
disse comovido:

Que Deus o abençoe meu filho. E também a
sua querida mãe, que tão bem o ensinou
a valorizar a Palavra de Deus!

sábado, 7 de maio de 2011

Mãe, Exemplo de Mulher Eyshila e Liz Lanne

"MULHER, MÃE: CHORA MAS CONTINUA CAMINHANDO!"



O título desta postagem é uma frase dita por uma secretária chamada Sandra às suas colegas de trabalho, quando tentavam se salvar de um incêndio ocorrido em edifício comercial no centro de Taubaté (SP), no dia 4 de fevereiro de 2.011. Ao se verem cercadas pelo fogo e pela fumaça tóxica, aquelas mulheres se desesperaram e, paralisadas, só gritavam e choravam muito. Num brado cheio de autoridade e determinação, Sandra disse àquelas mulheres que até podiam chorar, mas que continuassem caminhando. Foi o que fizeram e todas se salvaram.

Este fato me fez refletir sobre as tantas e tantas vezes que, direta ou indiretamente, o Senhor Deus me disse a mesma coisa, quando estive em meio a tribulações terríveis. Quantas vezes só chorei, sem forças para lutar e prosseguir! Quantas vezes me vi cercada por "labaredas", sem a menor visibilidade, sem saída nenhuma, mas em um dado momento a voz do Senhor me apontou o caminho, levantei os olhos, vi a saída e uma força sobre natural me fez reagir e dar a volta por cima!

Muitas vezes Deus usa pessoas ao nosso redor para nos transmitir o seu recado e devemos estar atentos a isto. Temos que diariamente pedir ao Senhor que nos dê o discernimento necessário para saber diferenciar o recado que vem dEle, porque o diabo nos assedia constantemente, trazendo palavras de derrota. Aquelas mulheres paralisadas e em desespero estavam sob o domínio do medo, uma sensação transmitida pelo diabo. Elas certamente morreriam ali, não fosse a intervenção de Deus, através de Sandra. Quando Deus fala, o diabo se cala, porque a voz do Senhor é forte e poderosa!

Então hoje aqui eu quero fazer como fez Sandra: Digo a todas vocês, minhas leitoras que eu amo tanto: VOCÊS PODEM ATÉ CHORAR, MAS CONTINUEM CAMINHANDO! Não entreguem os pontos, não desistam da luta, descruzem os braços, não se autoflagelem e nem vivam de murmurações, porque pra tudo há uma saída sempre.

Meditem na força que tem A VOZ DO SENHOR em SALMOS 29:

"Dai ao Senhor, ó filhos dos poderosos, dai ao Senhor glória e força.
Dai ao Senhor a glória devida ao seu nome, adorai o Senhor na beleza da santidade.
A voz do Senhor ouve-se sobre as suas águas; o Deus da glória troveja; o Senhor está sobre as muitas águas.
A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é cheia de majestade.
A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano.
Ele os faz saltar como um bezerro; ao Líbano e Siriom, como filhotes de bois selvagens.
A voz do Senhor separa as labaredas do fogo.
A voz do Senhor faz tremer o deserto; o Senhor faz tremer o deserto de Cades.
A voz do Senhor faz parir as cervas, e descobre as brenhas; e no seu templo cada um fala da sua glória.
O Senhor se assentou sobre o dilúvio; o Senhor se assenta como Rei, perpetuamente.
O Senhor dará força ao seu povo; o Senhor abençoará o seu povo com paz."

Postagens populares

VENHA FAZER PARTE TAMBÉM

VENHA FAZER PARTE TAMBÉM

PALAVRA DE DEUS PARA VOCÊ NESTA HORA!

A TODOS OS AMIGOS E IRMÃOS NA FÉ!

A TODOS OS AMIGOS E IRMÃOS NA FÉ!

DEUS

DEUS